Adolescer a enfermagem educando e promovendo saúde

possibilidades de intervenção diante do fenômeno bullying e da vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis

  • Akilia Aparecida do Nascimento
Palavras-chave: Enfermagem, Adolescente, Lúdico, Bullying, Vulnerabilidade

Resumo

Estudo descritivo de natureza qualitativa, desenvolvido junto aos adolescentes participantes de um projeto de extensão universitária com interface na pesquisa denominado. Este projeto partiu da criação de um jogo de tabuleiro no qual os temas relacionados à saúde do adolescente puderam ser abordados e investigados. Os objetivos de nosso estudo foram: descrever um instrumento lúdico criado para subsidiar atividades de educação em saúde realizada no Projeto Adolescer,
compreender as implicações do bullying na vida cotidiana do adolescente escolar e compreender a vulnerabilidade dos adolescentes às infecções sexualmente transmissíveis. A coleta de dados foi realizada utilizando a observação participante e técnica de grupo focal para atingir o primeiro e segundo objetivos e o método da associação livre de ideias direcionadas ao terceiro objetivo. A análise dos dados se baseou na técnica da análise temática ou categorial utilizada por Bardin, sendo
construídas três categorias de análises. Os estudos desenvolvidos neste projeto nos permitiram ratificar a importância do lúdico, representado pela aplicação do jogo, como uma possibilidade de estabelecer comunicação efetiva com os adolescentes. O bullying, como uma forma de violência, está presente na vida dos alunos, embora na maioria das vezes ele apareça de forma velada nos depoimentos dos sujeitos que o vivenciam. Na interpretação dos discursos identificamos
que o modelo educacional vivenciado por eles não é esclarecedor sobre o tema saúde sexual e reprodutiva na adolescência. Sendo assim, percebe-se como necessário o entrosamento entre os setores de educação e saúde na contribuição da saúde do adolescente escolar.

Publicado
2018-02-05
Seção
Artigos